CEC
Centro de Excelência Cardiovascular

Novidades

Posts tagged drafernandastroparo
Tratamento de Hiperidrose

Hiperidrose é um distúrbio devido a hiperestimulação do sistema nervoso simpático, resultando em suor excessivo. Atinge aproximadamente 3% da população e os locais mais envolvidos são as regiões axilar, palmar e plantar. A hiperidrose pode levar a problemas emocionais, sociais e profissionais, afetando significativamente a qualidade de vida, de maneira que o tratamento está relacionado a melhora desta.

Para o tratamento existem as alternativas cirúrgicas, sendo que a simpatectomia torácica videoassistida é considerada o tratamento de escolha para hiperidrose palmar e axilar devido a seu baixo risco e elevada taxa de sucesso. Porém, a simpatectomia apresenta como principal efeito colateral a hiperidrose compensatória, que consiste na transpiração em quantidades maiores em áreas que não apresentavam suor excessivo antes da cirurgia, sintoma este relatado em algum grau em quase todos os pacientes operados. 

A toxina butolínica também é uma opção de tratamento que apresenta bons resultados especialmente na hiperidrose axilar, porém temporários, com necessidade de reaplicações a cada seis meses, o que se torna uma opção pouco aplicável.

Tem-se observado que o uso de anticolinérgicos (especialmente a oxibutinina) é a única alternativa real e vêm sendo utilizado no tratamento de hiperidrose com bons resultados. O uso de oxibutinina gera melhora importante da hiperidrose em mais de 70% dos pacientes, por isso, quando possível, deve ser considerada como tratamento inicial. 

 

Fonte: Jornal Vascular Brasileiro (2015 out-dez) · Autores: Nelson Wolosker e Juliana Maria Fukuda - Hospital Israelita Albert Eisntein - HIAE, Cirurgia Vascular e Endovascular, São Paulo, SP, Brasil.

Read More
Meia elástica

A meia elástica é uma grande aliada no tratamento de pacientes com varizes e/ou varicoses. Apesar de alguns pacientes apresentarem 'resistência' ao uso, estes observam melhora significativa das dores nas pernas (sensação de peso e cansaço) assim como também do inchaço. A meia apresenta várias indicações clínicas de uso e a mesma sempre deve ser usada mediante prescrição médica. Consulte um especialista!

Read More
Gravidez X Varizes

Há tempos já se observa a correlação entre gravidez e aparecimento de varizes. A gestação é considerada um fator desencadeante para varizes assim como um fator de piora do quadro quando com sucessivas gestações (a segunda gestação apresenta um risco três vezes maior de desenvolvimento de varizes em relação à primeira gestação). Essa estimativa varia de 20 a 50% das grávidas e, quando são incluídos todos os tipos de varizes, como, por exemplo, as varicoses, pode elevar-se a 70%. O fator mais característico é que essas varizes podem reverter após o parto, podendo diminuir ou até mesmo desaparecer. Durante a gestação, independentemente de ter ou não “algum tipo de varizes” o ideal é se prevenir para não haver o desenvolvimento da doença ou a progressão da mesma, pois de uma maneira geral a circulação fica mais lenta. As orientações são baseadas em “estimular” esta circulação, não só para prevenir uma possível  doença varicosa, mas também para evitar inchaços, dor e desconforto nos membros inferiores, tendo assim uma gestação mais saudável.

Read More